Empresária em Porsche morre ao atropelar vaca e bezerro no interior de SP

Segundo uma testemunha, o veículo da empresária parecia disputar um racha com outro

Empresária que dirigia Porsche morre ao atropelar vaca e bezerro
Empresária que dirigia Porsche morre ao atropelar vaca e bezerro
Foto: Reprodução/Facebook

Uma empresária de 35 anos morreu após atropelar uma vaca e um bezerro, por volta das 2h50 desta segunda-feira (12), com um Porsche Carrera na Rodovia Santos Dumont, região de Indaiatuba (98 km de SP). A polícia investiga a participação de outro veículo, do mesmo modelo, no acidente. Segundo uma testemunha, os veículos pareciam disputar um racha.

Um empresário de 33 anos, que estava no carro com Juliana Souza, não se feriu. O motorista do outro Porsche não havia sido identificado até a conclusão desta edição. 

Um caminhoneiro de 35 anos, que pediu para não ter o nome publicado, disse que seguia sentido interior quando viu o carro da vítima, amarelo, e outro Porsche do mesmo modelo, da cor branca, parando lado a lado na pista. 

"Reduzi a velocidade e, quando fui me aproximando, os dois carros aceleraram", afirma. 

O caminhoneiro afirma ainda que, alguns metros adiante, viu os dois carros, novamente lado a lado. Quando o veículo da testemunha novamente se aproximou, os dois Porsche aceleraram mais uma vez. 

"Estava na cara que eles estavam querendo tirar um racha, pois ocupavam as duas pistas da rodovia", diz. 

Como os dois carros de luxo se distanciaram, o motorista seguiu a cerca de 90 km/h por alguns metros adiante, até que ocorreu o acidente. "Foi tudo muito rápido. De repente vi uma 'vaca voando'. Antes de eu passar por cima do bicho, desviei do Porsche branco, perdi a direção do caminhão e fui parar no canteiro da pista", afirma. 

Em seguida, ainda segundo o caminhoneiro, o Porsche branco fugiu do local. 

O veículo amarelo, pertencente à empresária, ficou capotado na lateral da pista. Ela morreu no local. 

A reportagem apurou que Juliana teve a CNH (carteira de habilitação) suspensa por excesso de velocidade em julho de 2016, em Ilhabela (198 km de SP), e junho de 2017, em Osasco (Grande SP).

A SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), afirma que o acidente está sendo investigado pela Delegacia Central de Indaiatuba. 

O Porsche branco, que teria participado do suposto racha no interior, segundo a pasta, já foi identificado. 

"A equipe [de investigações] realiza diligências para qualificar o proprietário desse outro veículo e esclarecer os fatos", diz trecho de nota da secretaria.

O veículo da empresária está avaliado em pouco mais de R$ 345 mil.