"Vai continuar no fundo da merda", diz Loco Abreu sobre futebol capixaba

Após a eliminação do Rio Branco para o Real Noroeste com um pênalti aos 52 minutos do 2º tempo, o uruguaio criticou fortemente a falta de profissionalismo do futebol capixaba

O uruguaio Loco Abreu em ação pelo Rio Branco
O uruguaio Loco Abreu em ação pelo Rio Branco
Foto: Daniel Pasti/Rio Branco

Principal contratação do futebol capixaba em 2019, o atacante uruguaio Loco Abreu parece que vai deixar o Espírito Santo sem nenhuma saudade. Após a eliminação do Rio Branco-ES para o Real Noroeste, com a derrota por 2 a 0, neste sábado, em Águia Branca, o jogador de 42 anos "abriu o verbo" sobre o que chamou de "falta de profissionalismo".

Atualmente o futebol capixaba é o 4º pior do Brasil segundo o ranking nacional de Federações da CBF. E pela análise do atleta, o cenário é desanimador. Usando palavras duras e cobrando mais profissionalismo da arbitragem e dos times do Espírito Santo, Loco Abreu "detonou" o futebol capixaba.

> Em casa, Real Noroeste derrota o Rio Branco e está na grande final

"Quando eu cheguei, pensei que fosse ajudar a construir algo para ajudar o futebol daqui, mas ninguém quer. Por isso tudo que seguramente a televisão vai continuar passando os campeonatos Paulista, Carioca, Mineiro e o futebol capixaba vai continuar lá no fundo da merda, como está hoje".

O time Capa-Preta foi eliminado nas semifinais do Campeonato Capixaba 2019 com um pênalti marcado aos 52 minutos do 2º tempo. Após mais oito minutos de discussão, a penalidade foi batida, convertida e logo depois o jogo acabou. A crítica do uruguaio foi em cima da arbitragem, que segundo ele teria marcado o pênalti após o fim dos minutos de acréscimo.

Loco Abreu era descontração pura no treino aberto do Rio Branco
Loco Abreu era descontração pura no treino aberto do Rio Branco
Foto: Bernardo Coutinho

"Tudo isso que aconteceu foi por conta da arbitragem. Passou os acréscimos, foi uma jogada limpa por baixo, todo mundo viu. Os auxiliares falaram para ele mudar a decisão, que não havia sido pênalti e ele falou "quem manda sou eu", disse o atleta à Rádio Web Capixaba.

Loco Abreu fez 12 jogos pelo Rio Branco-ES e marcou seis gols. O atacante considerou a experiência válida, ainda não sabe o que vai fazer no futuro e afirma que sua passagem pelo Rio Branco chegou ao fim.

"Eu agradeço ao Rio Branco, toda essa experiência, sempre a gente aprende algo, mas para mim acabou. Ainda mais com o futebol capixaba desse jeito. Eu quero jogar futebol profissional em todos os sentidos, mas infelizmente o que aconteceu hoje é coisa de futebol de base. Agora é o momento de descansar, de recuperar junto com a família, faz tempo que não os vejo, e depois da Copa América eu vejo o que virá pela frente na minha vida", finalizou o jogador em entrevista à Rádio Web Capixaba.