Copa Espírito Santo deve ter 10 clubes e vai começar em agosto

Competição, que terá modelo igual ao Capixabão, terá os tradicionais Rio Branco, Desportiva, Vitória e Serra, além do estreante Pinheiros

Desportiva e Vitória, pela Copa Espírito Santo 2018
Desportiva e Vitória, pela Copa Espírito Santo 2018
Foto: Thalisson Bandeira/Divulgação

Valendo ao campeão uma vaga na Série D e na Copa Verde, ambas em 2020, a Copa Espírito Santo deste ano poderá ter times tradicionais participando da disputa, que começa em agosto e termina em novembro. Os 10 clubes que manifestaram interesse em participar do torneio têm até o dia 07 de junho para confirmar de fato a sua inclusão.

No último arbitral da competição, que aconteceu na tarde desta sexta-feira, na sede da Federação de Futebol do Espírito Santo (FES), foram anunciados os 10 clubes que devem participar, a fórmula de disputa e outros detalhes do certame.

Rivais históricos poderão estar na disputa, como os gigantes Rio Branco, Desportiva Ferroviária, Vitória e Serra. Além deles, os competitivos Real Noroeste e Atlético Itapemirim também deverão participar.

Integrantes da Copa ES do ano passado, Sport e Linhares retornam ao campeonato. E as novidades são o Pinheiros, que após disputar a Série B do Capixabão deste ano, atuará no 2° semestre; e o tricampeão Estrela do Norte, que volta a disputar a Copinha após vários anos longe da competição. Ficou definido após sorteio que Serra, Real Noroeste, Sport, Tupy e Rio Branco farão cinco jogos como mandante na primeira fase.

A fórmula de disputa será pela primeira vez a mesma do Campeonato Capixaba, com os 10 times se enfrentando em turno único na primeira fase, com os 8 melhores avançando para as quartas de final, em sistema de mata-mata, com jogos de ida e volta.

Também foi deliberado que as inscrições de atletas poderão ser feitas somente até a sétima rodada da primeira fase. As partidas só poderão acontecer nos finais de semana, com exceção do Vitória, que disputa em paralelo a Copa Verde.