Após mais de um ano sem homicídio, Baixo Guandu registra assassinato

Jovem de 20 anos foi baleado em uma casa de show da cidade. A vítima tinha passagens na polícia por tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Último homicídio havia acontecido no dia 11 de junho do ano passado.

Matheus Kevin Moreira Wutk foi assassinado em uma casa de shows em Baixo Guandu
Matheus Kevin Moreira Wutk foi assassinado em uma casa de shows em Baixo Guandu
Foto: Divulgação/PM

Após um ano e dois meses sem homicídios, Baixo Guandu, no Norte do Estado, registrou um assassinato na madrugada desta sexta-feira (10), em uma casa de shows localizada na BR 259, no bairro Operário. Um criminoso teria pulado o muro do estabelecimento e efetuado diversos disparos de arma de fogo contra a vítima, o jovem Matheus Kevin Moreira Wutk, de 20 anos.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha contou que o acusado fugiu pelas portas do fundo da casa de shows após balear Matheus. O jovem foi socorrido e levado ao pronto-socorro local por populares, mas não resistiu aos ferimentos e sua morte foi constatada pelo médico de plantão assim que chegou para o atendimento. O médico informou que a vítima foi atingida por um tiro na região do tórax.

Testemunhas disseram para os militares que o suspeito chegou na casa de shows acompanhado de uma mulher, que seria sua namorada, e que ela teria entregado a arma para o acusado atirar em Matheus. A PM realizou buscas no local, mas não encontrou os suspeitos.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a vítima foi presa por porte ilegal de arma de fogo há dois anos e ainda tinha passagem por tráfico de drogas em Minas Gerais. Agora, a investigação do assassinato fica por conta da Polícia Civil. O último homicídio registrado em Baixo Guandu tinha acontecido no dia 11 de junho do ano passado.