Acusado de matar segurança em Vitória morre em operação policial

Segurança foi assassinado no dia 30 de outubro, no Centro da capital; câmera flagrou crime

Foto: Victor Muniz | Arquivo

Uma operação da Polícia Civil para prender suspeitos de participar da execução de um segurança, no Centro de Vitória, terminou com uma pessoa morta, em Santa Martha, Vitória.

Na tarde de quarta-feira (5), policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória, com apoio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), montaram uma ação para cumprir mandados de prisão de dois envolvidos na morte do segurança Fábio da Silva Gonçalves, 42 anos, em 30 de outubro. Fábio trabalhava na porta de uma loja quando foi surpreendido por um homem que abriu fogo no meio da rua contra o segurança e escapou com a ajuda de um comparsa. A vítima foi atingida por três tiros, sendo um na barriga e dois na cabeça.

A operação policial começou em São Geraldo, na Serra, onde os policiais conseguiram deter Pablo Ewerton Jovêncio da Silva, que seria um dos suspeitos de envolvimento na morte do segurança. A equipe chegou a ir em outro endereço, onde estaria o comparsa Marcos Romano Martins, mas, ao chegarem ao local, descobriram que ele estava na casa de parentes em Vitória, no bairro Santa Martha.

Ao chegarem ao bairro na capital, os policiais foram à casa onde Marcos estaria, bateram na porta e não tiveram resposta. Porém, o grupo teria ouvido um barulho que seria de Marcos saindo pela báscula do banheiro, de onde caiu de cinco metros de altura aproximadamente e correu em direção a um muro com um objeto nas mãos. Os policiais teriam dado voz de parada, mas como Marcos não obedeceu, quatro policiais atiraram, somando um total de seis disparos. Um dos tiros atingiu Marcos, que mesmo sendo socorrido, morreu.

Por meio de nota à imprensa, a assessoria de imprensa da corporação informou que “a Corregedoria da Polícia Civil designou um delegado para acompanhar o andamento das investigações. Uma perícia está sendo realizada para corroborar depoimentos tomados no local. O caso segue sob investigação”.

CÂMERA FLAGROU ASSASSINATO NO CENTRO DE VITÓRIA

 

O assassinato aconteceu na Avenida Jerônimo Monteiro, em Vitória, por volta das 17h30
O assassinato aconteceu na Avenida Jerônimo Monteiro, em Vitória, por volta das 17h30
Foto: Fernando Madeira

Imagens de câmeras de videomonitoramento do Centro de Vitória mostram o momento exato em que um segurança foi executado. O homicídio aconteceu no dia 30 de outubro, por volta das 17h30, na Avenida Jerônimo Monteiro, bastante movimentada.

Fábio da Silva Gonçalves, de 42 anos, trabalhava como segurança nas lojas do Centro havia muitos anos. A Polícia Militar, que esteve no local, informou que pelo menos seis cápsulas de .380 foram encontradas espalhadas pelo chão. Segundo testemunhas, não teria sido assalto, mas sim execução. O suspeito chegou a pé ao local e atirou contra a vítima. Foram ouvidos de três a quatro disparos.

No vídeo, é possível ver que um homem de jaqueta chega e efetua os disparos à queima-roupa contra o segurança, que cai logo em seguida. Pedestres que percebem a movimentação saem correndo pela avenida,

VEJA VÍDEO [IMAGENS FORTES]


Além de segurança, Fábio era professor voluntário de um Centro Comunitário de Bela Vista, onde dava aula de artes marciais para crianças de 8 a 14 anos.