Adolescente planeja a morte do pai após ser proibida de namorar no ES

Adolescente de 16 anos contou com a ajuda do namorado e de mais dois amigos dele. Todos eles foram apreendidos pela polícia

Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa: crimes foram investigados e os suspeitos apreendidos
Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa: crimes foram investigados e os suspeitos apreendidos
Foto: Fernando Madeira

Uma adolescente de 16 anos planejou a morte do próprio pai e acabou detida pela Polícia Civil, na Serra. A acusada contou com a ajuda do namorado e de mais dois amigos dele, segundo as investigações. A trama não deu certo e o pai sobreviveu.

De acordo com informações da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, no dia 11 de fevereiro de 2018, a garota saiu da casa, onde morava com os pais, acompanhada da mãe para um culto.

“Na igreja, ela sentou nos bancos próximo à porta, enquanto a mãe seguiu para bancos da frente. Durante o culto, ela saiu e foi ao encontro do namorado e de dois amigos dele”, contou o delegado Daniel Fortes, da DHPP Serra.

A jovem levou os rapazes, dois deles de 14 e 17 anos e um maior de idade (ainda não localizado pela polícia), à casa da família, abriu o portão e permitiu que eles entrassem na residência. O pai da garota, de 36 anos, estava sozinho no local.

O criminoso ainda não identificado pela polícia estava armado com uma faca. Ele usava um capuz para esconder o rosto.  “O pai da adolescente foi golpeado várias vezes e agredido. Até uma bicicleta foi arremessada contra ele”, detalhou Fortes.

Durante a tentativa de assassinato, o irmão da vítima chegou ao local e tentou intervir. Ele também foi esfaqueado e agredido.

Após o ataque, os criminosos fugiram a pé do local. A garota, que não entrou na residência, voltou para a igreja e sentou-se novamente nos fundos até terminar o culto e retornar à casa com a mãe.

MOTIVAÇÃO

Nas investigações, a polícia chegou a um motivo que levou a adolescente a planejar o crime. “Durante as apurações do crime, recebemos a informação de que o pai da adolescente teria proibido o namoro dela com um rapaz de 17 anos, que participou do crime”, relatou Fortes.

Na tarde desta quarta-feira (09), uma operação da DHPP Serra realizou o cumprimento de três mandados de busca e apreensão contra a adolescente, o namorado dela e um amigo do casal. Todos foram levados para a delegacia.

Em depoimento à Polícia Civil, o amigo negou a participação no crime, alegando que passava pelo local, ficou curioso e por isso entrou. O casal, porém, além de assumir as duas tentativas de assassinato também apontou a participação do amigo. O quarto envolvido nos crimes ainda não foi localizado pela polícia.

Os adolescentes foram encaminhados ao Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) no final da tarde de quarta-feira.