Polícia devolve joias que foram roubadas de cantor sertanejo em Vitória

Após o crime, o cantor foi extorquido por um dos bandidos e denunciou o caso na Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial

Na imagem, é possível visualizar as joias que foram roubadas do cantor
Na imagem, é possível visualizar as joias que foram roubadas do cantor
Foto: Reprodução

As joias roubadas do cantor sertanejo Jads, da dupla Jads&Jadson, que teve um prejuízo de R$ 300 mil após ser vítima do golpe do "Boa noite, Cinderela”  em um bar no Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, Vitória, foram entregues nesta sexta-feira (11). O cantor voltou ao Estado hoje para um show, em Piúma.

A Polícia Civil informou que os pertences da vítima foram entregues, mas não disse quem retirou os objetos da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial, onde o caso segue sob investigação. A dupla sertaneja viajou para o Espírito Santo nesta sexta, quando se apresenta, às 22h, em uma casa de shows de Piúma, Litoral Sul do Estado.

O CRIME

Jads&Jadson fizeram um show no Estado no dia 27 de outubro e, no dia seguinte, Jads saiu do hotel e foi a um bar, onde conheceu dois capixabas. Após beberem juntos, foi ministrada à vítima uma substância entorpecente que deixou o cantor desacordado. Ao acordar em um apartamento, Jads percebeu que faltava a carteira, uma pulseira de ouro, um relógio e um cordão de ouro, avaliados em R$ 300 mil.

Após o crime, o cantor foi extorquido por um dos bandidos e denunciou o caso na Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial. Três suspeitos foram presos no Aeroporto de Vitória, na noite da última terça-feira (08), e os objetos roubados foram recuperadas. Eles foram ao local para buscar a quantia da extorsão.

A reportagem entrou com contato com a assessoria do cantor que afirmou que, por enquanto, Jads não vai se pronunciar sobre o caso. Apenas ressaltou que o cantor ficou contente com o trabalho da polícia do Estado.