Jovem é morto ao ser esfaqueado e espancado por grupo na Serra

Sem saber a motivação, testemunhas contaram que os homens acusavam o jovem dizendo "Foi ele!". Antes e morrer, a vítima tentou se defender falando "Não fui eu". Nenhum suspeito foi localizado.

O homicídio aconteceu em Jardim Limoeiro, na Serra
O homicídio aconteceu em Jardim Limoeiro, na Serra
Foto: Internauta | Gazeta Online

Um jovem de 28 anos foi morto ao ser esfaqueado e espancado por um grupo de aproximadamente seis homens, em Jardim Limoeiro, na Serra, na tarde desta sexta-feira (8). Sem saber a motivação, testemunhas contaram que os homens acusavam o jovem dizendo "Foi ele!". Antes e morrer, a vítima tentou se defender falando "Não fui eu".

De acordo com investigadores da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), era por volta de 12 horas quando o jovem Moisés Sarmento da Silva, de 28 anos, foi visto fugindo da rodovia Norte-Sul e seguindo para um bar na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes. Ao chegar, ele foi perseguido por cerca de seis homens. 

> Adolescente é acusado de estuprar prima de 8 anos no ES

Testemunhas contaram à polícia que alguns dos homens acusaram Moisés, dizendo "Foi ele!". Porém, ninguém soube dizer qual seria a acusação. Moisés ainda tentou se defender, negando a acusação: "Não fui eu!". Foi quando parte do grupo gritou: "Mata logo!". Nesse momento, os homens esfaquearam Moisés no peito, na região da costela e nas mãos. Ao mesmo tempo, parte dos homens espancaram a vítima.

Durante o crime, uma viatura da Polícia Militar passou pela rodovia, assustando os criminosos, que fugiram. Ao ver os policiais, a vítima tentou pedir ajuda, correndo até a viatura. Porém, Moisés não resistiu, caiu no chão e morreu. Nenhum suspeito foi localizado.