Parte de gangue que comanda o tráfico de drogas em Vila Velha é presa

Conhecida como Porradão da BXD, gangue disputa o controle do tráfico na região do bairro Alto Boa Vista; cinco integrantes foram presos em flagrante

Cinco integrantes da gangue Porradão da BXD são presos: Lucas de Oliveira Patrício, Matheus  Rodrigues de Souza, Michael Coutinho Souza, Marcio Wendy Xavier e Kessy Jones Pinto
Cinco integrantes da gangue Porradão da BXD são presos: Lucas de Oliveira Patrício, Matheus Rodrigues de Souza, Michael Coutinho Souza, Marcio Wendy Xavier e Kessy Jones Pinto
Foto: Divulgação | Polícia Civil

Cinco integrantes de uma gangue conhecida como Porradão do BXD (sigla de Baixada) que disputa o controle do tráfico de drogas na região do Alto Boa Vista, em Vila Velha, foram presos em flagrante durante uma operação da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc).

A prisão aconteceu na manhã da última quinta-feira (16), dentro de uma casa, no bairro Alecrim. Com Márcio Wendy Xavier, 18 anos, Lucas de Oliveira Patrício, 22, Michael Coutinho Souza, 20, Kessy Jones Pinto Caetano, 21, e Matheus Rodrigues de Souza, 20, a polícia encontrou mais de 40 buchas de maconha já embaladas para consumo.

> Gangue do Pitbull: como quadrilha espalhava terror na Grande Vitória

Cada pacote com a droga continha um selo personalizado com a figura do personagem de desenho animado Bob Esponja e o nome de identificação da gangue.

Bob Esponja, personagem de desenho infantil usado por criminosos em selos para identificar as drogas traficadas pela gangue
Bob Esponja, personagem de desenho infantil usado por criminosos em selos para identificar as drogas traficadas pela gangue
Foto: Divulgação

Além disso, o produto era vendido acompanhado de um pedaço de papel de seda, o que chama a atenção da polícia, pela organização da quadrilha.

Esses selos infantis em cada pacote desse mostram a perversidade e a habilidade desses criminosos se inserirem no mercado do tráfico de drogas. Fazem isso para diferenciar o produto e, de certa forma, marcar território
Delegado Fabrício Dutra, chefe do Denarc

Os acusados foram autuados por tráfico de drogas e associação criminosa, e encaminhados para o Centro de Triagem de Viana.

ARMAS E DROGAS

Armas e drogas apreendidas com a gangue conhecida como Porradão do BXD (sigla de Baixada)
Armas e drogas apreendidas com a gangue conhecida como Porradão do BXD (sigla de Baixada)
Foto: Divulgação | Polícia Civil

Ainda na manhã de quinta, a Denarc encontrou uma pistola calibre 380, munição e aproximadamente três quilos de maconha escondidos em uma casa no bairro Alto Boa Vista. Ninguém foi encontrado no local.

Uma carteira de trabalho que seria do dono do imóvel também foi encontrada. “Essa pessoa vai ser investigada pela polícia para saber se ela sabia dessa movimentação criminosa dentro daquele imóvel”.

DISPUTA

Os cinco presos eram chefiados pelo traficante Leandro Lediomar Contes, 26 anos, o Leléu, que já cumpre pena por tráfico de drogas. Os criminosos, segundo o delegado Fabrício Dutra, têm passagens por homicídio e tráfico de drogas.

A polícia, no entanto, investiga se ele, de dentro da cadeia, ainda possui alguma influência junto à quadrilha. Leléu, de acordo com o chefe do Denarc, disputa a liderança do tráfico de drogas, na região do bairro Alto Boa Vista, com outro traficante.

O Leléu está preso e aparentemente enfraquecido. O outro suspeito, já identificado por nós, foi preso por homicídios, mas recebeu a liberdade em junho do ano passado. Sabemos que ele continua agindo na região e prendê-lo será questão de tempo
Delegado Dutra

O nome do suspeito não será divulgado porque ainda não existe contra ele um mandado de prisão expedido pela Justiça.

> Leia mais matérias de Polícia