Suspeito de agredir esposa e abusar de enteada é preso em Vitória

O crime aconteceu no último sábado (06), no bairro Grande Vitória, na Capital

Departamento Médico Legal (DML) de Vitória
Departamento Médico Legal (DML) de Vitória
Foto: Reprodução/TV Gazeta

Um homem de 41 anos, suspeito de agredir a companheira e abusar sexualmente da enteada de 20 anos — que apresentava atrofia e hidrocefalia, foi preso na quinta-feira (11). O crime aconteceu no último sábado (06), no bairro Grande Vitória, na Capital.

> "Ele disse que raspou cabelo porque era troféu da jovem", conta delegada

Depois de ser agredida pelo companheiro, a mulher de 37 anos, que chegou desmaiar com os socos e pancadas de pauladas, saiu de casa e deixou a filha na residência. Quando voltou para buscar a menina, percebeu que existia algo errado e que a filha estava com as pernas moles. Foi no hospital que a mãe teve a notícia do abuso. A menina chegou ficar internada. Foi por meio do hospital que a polícia teve conhecimento do caso.

O suspeito, que trabalha em uma empresa de marmita, foi preso durante o expediente. Para a polícia, ele negou todas as acusações. Na casa do homem foram encontradas roupas com manchas de sangue, que podem ter sido utilizadas no dia do crime.

Testemunhas foram ouvidas sobre o caso e a polícia aguarda o resultado do laudo definitivo do Departamento Médico Legal (DML) em relação ao abuso sexual. O suspeito também teve que passar por uma coleta de DNA.

O homem não foi preso em flagrante, mas teve o mandado de prisão preventiva expedido e foi encaminhado ao presídio.